quinta-feira, 4 de maio de 2017

Nossa Senhora de Fátima

O Senhor mandou a mãe
À fala sobre a azinheira,
Haste eleita do Além,
A novíssima bandeira.

A novíssima bandeira
Para toda a Cristandade,
Evangelho à terra inteira
Em defesa da verdade.

Em defesa da verdade
E mentira contra o chão
A favor da liberdade
Que nos traga a salvação.

Que nos traga a salvação,
Plenitude desta vida,
Do Altíssimo a visão
Para a última partida.

TRINDADE

O mistério da Trindade
Dito assim vulgarmente,
Minha grande realidade
E de tudo quanto à frente,
Unirá capacidade,
Aptidão assaz potente,
À sabida actividade
Pela força bem presente
Da terceira faculdade,
Meu querer seguramente,
Que por nome tem vontade.
Vejo agora de repente
A feitura e unidade
Semelhante e tão premente
À Santíssima Trindade.

PORTUGAL

Ao meu povo sofrido
Vou cantar pela estrada,
Vagabundo fugido
Da mentira tramada.

Da mentira tramada,
A razia da gente,
Fumo e terra queimada
Por doutrina indecente.

Por doutrina indecente
E verniz da verdade
P'ra levar imprudente
A cair na maldade.

A cair na maldade,
A entrar no inferno,
Servidão sem idade
Igual a fogo eterno.

ABAIXO A TIRANIA

Aquele mendigo,
Calvário alongado,
Me deixa comigo
Aflito e magoado.

Mendigo também
Eu sou do Senhor,
Essência d'Além
Por força do Amor.

Aqui a razão
Da luta tenaz
Virada ao irmão
A rumo da paz.

Versos de jmarafuga

2 comentários: